Pesquisar este blog

domingo, 8 de abril de 2018

Luiz Bonfá and his guitar - Softly... (LP 1966)

 Luiz Bonfá é o único autor brasileiro a ter música gravada por Elvis Presley
O violonista e compositor Luiz Bonfá, um dos pioneiros da Bossa Nova e muito prestigiado no exterior, comparece no blog com este álbum, lançado originalmente em 1966, época em que morava nos Estados Unidos. O disco, enviado pelo amigo Laércio, a quem agradeço, foi relançado ao longo dos anos, e apresenta faixas instrumentais e vocalizadas, como a bonita “Inquietação”, mas os nomes dos intérpretes não são creditados. O músico nasceu no Rio de Janeiro em 17 de outubro de 1922 e aprendeu a tocar violão ainda criança, mas aperfeiçoou a arte aos 13 anos, quando passou a ter aulas com o uruguaio Isaías Sávio.

"Manhã de Carnaval" e "Samba do Orfeu", clássicos da nossa música, são de sua autoria em parceria com Antônio Maria. Outros sucessos são "De Cigarro em Cigarro", "Correnteza" (em parceria com Tom Jobim), "The Gentle Rain", "Menina Flor", "Mania de Maria" e "Sem Esse Céu". Na década de 1940, tocou na Rádio Nacional, ao lado de Garoto e participou de alguns conjuntos, como o Quitandinha Serenaders, até começar a carreira solo como violonista. Teve atuação destacada como compositor e seus primeiros sucessos foram gravados por Dick Farney, em 1953. A peça "Orfeu da Conceição", de Vinicius de Moraes, foi um marco em sua carreira. Uma de suas características era tocar fazendo amplo uso do recurso das cordas soltas, o que conferia uma sonoridade ampla e grandiosa. Gravou e participou de diversos discos nos Estados Unidos que não foram lançados no Brasil.

Prestigiado entre os americanos, Bonfá é o autor de "Almost In Love", única música brasileira gravada por Elvis Presley. Intérpretes como Frank Sinatra, Sarah Vaughan, George Benson, Tony Bennett, Julio Iglesias, Diana Krall, Luciano Pavarotti e Caterina Valente (na foto ao lado), entre outros, já cantaram suas músicas. Voltou a gravar no Brasil no fim dos anos 1980 e anos 1990, lançando discos bem-sucedidos também nos Estados Unidos. Apesar de assinar mais de 500 composições, Bonfá permanece desconhecido do público brasileiro, dos musicólogos e historiadores de música, que pouco se detém sobre sua obra. Faleceu aos 78 anos, no Rio de Janeiro, em 12 de janeiro de 2001, vítima de câncer na próstata, que se agravou por metástase óssea e uma isquemia. Confira:

01 - Inquietação (Inquietude)
(Ary Barroso)
02 - Nossos Momentos (Our Moments)
(Haroldo Barbosa - Luiz Reis)
03 - Meu Nome É Ninguém (My Name Is Nobody)
(Haroldo Barbosa - Luiz Reis)
04 - Lamento No Morro (Lament On The Hill)
(Tom Jobim - Vinicius de Moraes)
05 - Pastorinhas (Rustic Reverie)
(João de Barro - Noel Rosa)
06 - Você Chegou Sorrindo (You Arrived With A Smile)
(Luiz Bonfá)
07 - Murmúrio (Whispering)
(Ferreira - Antonio)
08 - Liberdade Demais (Too Much Freedom)
(Hélio Nascimento - Mariano Filho)
09 - Amor Em Brasília (Love In Brasilia)
(Luiz Bonfá)
10 - Saudade Da Bahia (Longing For Bahia)
(Dorival Caymmi)
11 - Copacabana
(João de Barro - Alberto Ribeiro)
12 - Amor De Solidão (Wilderness Love)
(Luiz Bonfá - Toldeo)


COLABORAÇÃO: Laércio


2 comentários:


  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/1701+-+LZBONFA,1306340661.rar(archive)

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz um pedido recentemente de uma trilha sonora, então fico meio assim de pedir outra postagem, mais vou tentar. Você não teria em seu acervo, a trilha sonora de Sete Pecados-Nacional (2007). Poderia postar pra gente? Obrigado...

    ResponderExcluir