Pesquisar este blog

domingo, 2 de abril de 2017

Elizete Cardoso - Canções à meia luz (LP 1955)

Primeiro álbum da Elizete Cardoso foi produzido pela gravadora Continental
Este é o primeiro LP da Elizeth Cardoso - ainda do tempo em que assinava Elizete Cardoso – e foi lançado em 1955 pela Continental, após série de gravações em discos de 78 RPM. O álbum, de 10 polegadas, com oito canções, é mais uma colaboração do amigo Laércio, a quem agradeço pela colaboração. Megulhado no universo do samba canção, gênero de muito sucesso na época, o LP traz belas canções, como “Nunca mais”, do Dorival Caymmi, “Canção da volta”, da dupla Ismael Neto e Antonio Maria, e “Pra que me iludir”, de Radamés Gnattali e Norival Reis. O destaque é a releitura do clássico “Linda flor”, aqui creditada apenas em nome de Henrique Vogeler, sendo que em outros discos aparecem os nomes de Luis Peixoto e Marques Porto no trio de autores da canção, apontada como o marco inicial do samba canção. Confira:

01 - Canção da Volta - Samba-canção
(Ismael Netto - Antônio Maria)
02 - Nunca Mais - Samba
(Dorival Caymmi)
03 - Memórias - Samba
(Hianto de Almeida - Evaldo Ruy)
04 - Só Você Mais Nada - Samba-canção
(Paulo Soledade)
05 - Linda Flor - Samba-canção
(Henrique Vogeler - Luis Peixoto - Marques Porto)
06 - Se o Tempo Entendesse - Samba
(Marino Pinto - Mário Rossi)
07 - Caminha - Samba-canção
(Evaldo Ruy - Rolando Candiano)
08 - Pra Que Me Iludir - Samba
(Radamés Gnattali - Norival Reis)

COLABORAÇÃO: Laércio


Um comentário: