Pesquisar este blog

domingo, 27 de janeiro de 2013

Márcio Greyck - Sentimento (LP CBS 1979)

Álbum lançado em 1979 não teve muita repercussão junto ao público consumidor
Aqui está mais um álbum do Márcio Greyck, cantor e compositor romântico que iniciou a carreira em 1967. Este “Sentimento”, lançado em 1979 pela CBS (Sony), não teve muita repercussão e o repertório é desconhecido do grande público. À exemplo dos discos anteriores, este álbum é essencialmente romântico, com exceção do pop rock “Eu já subi mil vezes na vida”, composição do cantor em parceria com Cobel, dupla que assina seis faixas do LP. Uma curiosidade é a música que dá título ao disco, dividida em duas partes. A primeira, no lado A, tem apenas 42 segundos de duração, e a segunda – igualmente minúscula – vem acoplada com a faixa “O final”, uma versão de “The end”, de John Lennon e Paul McCartney, que encerra o disco.  Confira:

01 - Onde anda teu sorriso?
..... (Márcio Greyck - Cobel)
02 - Quem gosta mesmo de você sou eu
..... (Márcio Greyck - Lorenzo)
03 - Enquanto você não vem
..... (Márcio Greyck - Cobel)
04 - Sonho de felicidade
..... (Márcio Greyck - Cobel)
05 - Sentimento - Parte 1
..... (Márcio Greyck)
06 - Coisas que nunca falei
..... (Fernando Adour)
07 - Tudo o que eu preciso é ter o seu amor
..... (Márcio Greyck - Cobel)
08 - Eu voltei
..... (Mauro Motta - Ernesto Escudero)
09 - Eu já subi mil vezes na vida
..... (Márcio Greyck - Cobel)
10 -  Imagens
..... (Álvaro Rodrigues)
11 - O verde está diferente
..... (Rubens Lorenzo Flunini)
12 - Onde está o céu azul
..... (Márcio Greyck  - Cobel)
13 - Sentimento - Parte 2
..... (Márcio Greyck)
..... O final (The end)
..... (John Lennon - Paul McCartney – vs:  Fernando Adour - Márcio Greyck)


FICHA TÉCNICA

Direção artística - Jairo Pires
Direção de produção e estúdio - Fernando Adour
Arranjos de cordas - Hugo Bellard e Waldir Arouca
Arranjos de metais - Márcio Greyck
Regências - Hugo Bellard e Waldir Arouca
Arranjos e regência em "O verde está diferente - Ruben Lourenzo
Técnicos de gravação - Deraldo, Luis Paulo, Walter, Leão, Cabral
Auxiliares técnicos - Peninha, Marcos, Flávio e Arnaldo
Mixagem - Deraldo
Montagem - Alencar
Gravado nos estúdios - Haway - 16 canais - RJ
Fotos - José Moure
Layout - E. Athayde, S. Giannini e W. Martins
Arte - Vanda Alves Ferreira
Direção de arte - Géu
Arranjos vocais - Fernando Adour

6 comentários:

  1. http://www9.zippyshare.com/v/55450694/file.html

    ResponderExcluir
  2. A cada dia, uma surpresa; a cada postagem, uma superação; a cada momento que nos faz reviver do passado com seus registros musicais, uma certeza de satisfação do ego.
    Entro aqui - nesse planeta em que fiz morada - já espreitando pra ver devagar o que vem de bom.
    Não fale pra os outros são paulinos - mas sou tão fã de seu blog - que até mesmo a postagem do disco do corinthians eu baixei. Não ouvi, mas baixei. somente pra ter em eu arquivo todo arquivo que nos passa.
    Obrigado, irmão, por tudo de felicidade que proporciona com seu despreendimento em nos trazer sempre o melhor.
    abraços
    e Fica com Deus..e que ele abençoe a ti e teus familiares.
    Araujo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Araújo

      Você conseguiu me deixar sem palavras. Posso lhe garantir que é sempre um prazer compartilhar, apesar de saber – como bem definiu o amigo Augusto, do Toque Musical – que o blogueiro come o pão da ingratidão. Só pra ter ideia, eu tenho posts com mais de 500 downloads e nenhuma mensagem de agradecimento, por exemplo. É por isso que, quando me deparo com uma mensagem como a sua, fico feliz e sem saber exatamente como responder. Tenha certeza que representa uma injeção de ânimo, pois já pensei diversas vezes em encerrar as postagens. Só não fiz até agora porque, além de gostar de música, o blog é também um motivo para eu organizar, ouvir e digitalizar meus vinis. Enfim, você é sempre bem-vindo nessa “morada”, que também é sua. Desejo igualmente tudo de bom e de melhor pra você e família. Um grande abraço.

      Excluir
  3. Caro Chico, tenho que tirar meu chapéu prá você. Você não tem ideia de como suas postagens faz bem a milhares de internautas. Eu também estou na sua lista de aguardos de postagem. Assim como o Araújo sou seu fã de carteirinha. Gostaria também de aprender o que você faz, pois tenho uma quantidade razoável de vinil e não tenho o domínio técnico para transformá-los em mp3 e muito menos como fazer para postar... enfim. Quero dizer que não é ingratidão desse povo... Talvez nossa cultura não seja a de agradecer, mas a de apontar. Agradeço a todas as suas postagens feitas e as que virão. Você é o cara! Tenho muitos discos para compartilhar. Se Você tiver algumas dicas terei o enorme prazer de trocar ideias, discos e experiências... Forte abraço e continue, sim!
    Renato
    (Sou obrigado a remeter essa mensagem como anônimo, pois não sei ainda como lidar nos outros ítens)

    ResponderExcluir
  4. Grande Chico, parabéns pelo(s) blog(s).
    Na verdade, o Márcio começou carreira solo em 1967, já que ele fez parte do "Mamães e Papais" (covers do The Mamas & The Papas), que gravaram aquele compacto em 1966.

    Um abraço
    Silvia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvia

      Muito obrigado pelos comentários e pela informação. Não sabia que o Márcio Greyck fez parte deste quarteto. Abs.

      Excluir